Bruta Flor aborda o tema homoafetividade

Bruta Flor é uma peça que provoca o espectador a refletir sobre homoafetividade e preconceitos nas relações amorosas.

Com texto denso e potencialmente polêmico, a peça  aborda a homofobia internalizada e sua possível consequência trágica.

Segundo o ator Marcio Rosário, diretor e produtor do espetáculo “o tema não poderia ser mais atual: o Brasil vive uma onda de intolerância contra a diversidade sexual”.

Bruta Flor

O drama de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros aborda o relacionamento de dois homens, Lucas e Miguel, que se reencontram e começam a relembrar a trajetória deles, desde a adolescência.

Miguel vai estudar em Londres e Lucas se casa com Simone, sua namorada desde o colégio, e lutam para realizar o grande sonho dele: ser pai. Após 12 anos, Miguel e Lucas se reencontram no metrô. Um reencontro que traz à tona sentimentos até então desconhecido para ambos.

A relação vai ganhando contornos dramáticos, envolvendo a aceitação da homossexualidade.

A peça tem trilha sonora assinada por Cida Moreira e efeitos sonoros de Pedro Lemos, cenário de Reinaldo Patrício e figurinos de Amir Slama.

SERVIÇO
Bruta Flor
Local:
Teatro Augusta
Endereço: Rua Augusta 943 – Cerqueira César
Informações: (11) 3151-4141
Sala Paulo Goulart
Capacidade: para 304 pessoas, sendo 02 cadeirantes
Duração: 80 minutos
Recomendação: 16 anos

Deixe um comentário (Vamos adorar!)

Facebook Comments