Teatro na CPTM: espetáculo A Cidade dos Rios Invisíveis

Teatro na CPTM, isso mesmo…

As apresentações que acontecem na linha 12 – Safira da CPTM fazem um convite aos viajantes a embarcar numa viagem teatral da vida real.

Poético e realista, o espetáculo A Cidade dos Rios Invisíveis, do Coletivo Estopô Balaio, traz para a capital paulista histórias, anseios e vivências de muitos que atravessam a cidade por meio dos trens da CPTM com destino ao Jardim Romano.

Com apoio da 1ª Edição do Prêmio Cleyde Yáconis, a temporada marca a 100ª apresentação do espetáculo, que também será transposto para o formato de livro e audiolivro, com data de lançamento a ser confirmada.

Teatro na CPTM

O percurso, que parte sempre da estação do Brás, às 14h, às sextas, sábados e domingos, segue pelas ruas do bairro Jardim Romano até o córrego Três Pontes, um braço do rio Tietê.

Os ingressos serão vendidos exclusivamente pelo site do coletivo e seguem a modalidade Ingresso Consciente, ou seja, o público define quanto irá pagar no momento da compra.

O valor da passagem de trem não está incluso na experiência.  O ponto de encontro é o Espaço Cultural da Estação Brás. Com duração de 3h30, o espetáculo se finda sob o pôr-do-sol às margens do rio. A bilheteria será revertida para as atividades de formação artística do coletivo no Jardim Romano.

A viagem teatral se inicia nos vagões do trem, onde os passageiros munidos por fones de ouvido e MP3, observam as paisagens através das janelas. Ao desembarcar, as intervenções artísticas – dança de rua, rap e performances – se entrelaçam com o cenário cotidiano dos moradores do bairro Jardim Romano e com as histórias dos grafites e das enchentes que assolaram o bairro. O público vivencia uma apresentação real, lúdica e única.

Criado pelo Coletivo Estopô Balaio, A cidade dos Rios Invisíveis é a última parte da Trilogia das Águas, que desde 2012 narra histórias de enchentes vividas pelos moradores desse bairro. As outras peças da sequência são Daqui a Pouco o Peixe Pula e O Que Sobrou do Rio.

SERVIÇO
Datas: 12 de abril a 9 de junho de 2019 (Não haverá sessões nos dias 10, 11 e 12 de maio). Sextas, sábados e domingos.
Horário: 14h (chegar com 30 min de antecedência)
Ponto de encontro: Espaço Cultural da Estação Brás
Ingressos: Ingresso Consciente (Pague o quanto puder). Os ingressos serão vendidos exclusivamente pelo site do coletivo: www.coletivoestopobalaio.com.br
Duração: 3h30m
lotação: 60 pessoas
Recomendação de idade: A partir de 12 anos. Devido à itinerância, a criança precisa estar sempre acompanhada de um adulto.
Recomendação: o espetáculo é itinerante, sujeito a mudanças em caso de chuvas (levar guarda-chuva ou capa de chuva)

Deixe um comentário (Vamos adorar!)