Violonista Paulo Martelli lança CD Debut

Compartilhe com amor, para seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gravado no início de 1993, na casa do violonista Sérgio Abreu, no Rio de Janeiro, o CD Debut traz uma seleção de faixas particularmente especiais.

Na obra Martelli utilizou os mesmos violões tocados pelo lendário Duo Abreu: o primeiro, um Hermann Hauser de 1930, e também um violão Santos Hernández da década de 1920.

O álbum foi originalmente gravado, editado e produzido por Sérgio Abreu, e lançado na Europa, Ásia e América do Norte em 1995 pelo selo canadense GRI.

Duas décadas depois o Debut ganha sua primeira edição brasileira, elaborada pelo Selo Sesc.

“Inédito no Brasil, o relançamento desse trabalho faz parte da política do Sesc de criar uma memória da música de concerto brasileira, seja por meio de projetos dedicados a compositores, ou, como é o caso de Debut, de álbuns que jogam luz no trabalho de intérpretes brasileiros”, diz Danilo Santos Miranda, Diretor Regional do Sesc.

O repertório do álbum propõe um passeio pelos períodos clássico, romântico e moderno do violão erudito. Martelli faz também uma sutil menção ao período barroco, tocando as Variações e Fuga sobre um tema de Handel, do contemporâneo Albert Harris, morto em 2005.

Paulo Martelli 

Cursou mestrado na Juilliard School e professional studies na Manhattan School of Music. Iniciou seus estudos de violão clássico aos dez anos, sob orientação de Francisco Brasilino e Henrique Pinto.

Mais tarde, teve como mentor o lendário virtuose brasileiro Sérgio Abreu. Martelli tem se apresentado com frequência no Brasil, Estados Unidos, Canadá, Israel e Europa.

Em seu catálogo de gravações, constam quatro CDs aclamados por sua “perfeição” (Classical Guitar Magazine, Reino Unido), “sólida e brilhante técnica” (Soundboard Magazine, EUA), e “musicalidade impecável” (Gendai Magazine, Japão).

Paulo Martelli é também educador e estudioso do instrumento. Em 1999, em reconhecimento do seu profundo compromisso com educação musical, o Ministério da Cultura lhe concedeu o prêmio “Bolsa Virtuose”, o qual permitiu que ele desenvolvesse estudos de sistemas de tablatura na Manhattan School of Music, em Nova York (EUA). Em 2000, recebeu desta instituição o prêmio “Andrés Segovia”, uma das maiores honras do meio violonístico internacional.

SERVIÇO
Paulo Martelli – Lançamento do CD “Debut”
Dia: 10 de janeiro, quarta-feira, às 20h30
Local: Auditório (capacidade: 128 lugares)
Duração: 90 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos

Ingresso: R$ 20 (inteira) l R$ 10 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) l R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes/Credencial Plena).

 


Compartilhe com amor, para seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário (Vamos adorar!)