Escritório Virtual: investimento que cabe no bolso!

Compartilhe com amor para seus amigos!

2015 foi um ano complicado para a economia brasileira. Redução de custos, controle de gastos e orçamento justinho… Esse foi o cenário que se instalou, principalmente, no segundo semestre.

Apertando aqui, reduzindo ali, o empresário passou ano.

Com a chegada de 2016, uma das primeiras coisas a fazer é pensar em economizar para começar o ano com um respiro.

Mas para o empresário existem itens indispensáveis ao negócio, um deles é o escritório, já que o endereço comercial é um item que passa credibilidade à marca.

Então fica a pergunta: como manter o endereço comercial se muitas empresas tiveram um gasto maior que o esperado e agora estão operando na linha limite?!

A dica pode ser mais simples do que se pensa…

Escritório virtual, virtual address, escritórios inteligentes ou centros de negócios, como também pode ser chamado o serviço para empresas, profissionais e empreendedores que inclui basicamente o atendimento telefônico, transferência de chamadas e um endereço físico e/ou fiscal.

Existem registros que apontam que o termo foi usado pela primeira vez em 1983 na revista de uma companhia aérea. No Brasil, as primeiras referências são de 1994.

vila nova conceicao

“Contratar um serviço de atendimento telefônico é importante principalmente para empresas que não estão em São Paulo. A secretária atende a ligação com o nome da empresa, anota o recado e passa para o empresário. Essa é uma forma de manter um escritório num bom local comercial, reduzindo os custos de um escritório físico.” Explica Fabio Baptista. (Foto: Ale Silva / Ai Press)

Para Fabio Baptista, Administrador do Coworking Office, existem pacotes para todos os bolsos e necessidades. “Existem três possibilidade: Só endereço e correspondência. Endereço, correspondência e atendimento telefônico. Endereço, correspondência, atendimento telefônico e 4 horas de sala de reunião. Tudo vai depender da necessidade da empresa.” Explica.

Segundo a Ancev, Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais, o escritório virtual proporciona aumento da capacidade produtiva, da agilidade, da praticidade e da lucratividade nos negócios, uma vez que a atenção fica dedicada exclusivamente para a atividade fim.

Fisicamente o profissional pode trabalhar em casa, mas para os clientes ele pode passar o endereço de um local comercial físico.

Vale lembrar que existem dois termos muito parecidos, mas que não são sinônimos!

Endereço Comercial é aquele utilizado em todo material de divulgação da empresa, tais como cartões de visita, folders e outros. Já o Endereço Fiscal, é destinado a registro junto aos órgãos públicos.

“Eu tenho cliente de escritório virtual que faz coaching e também utiliza a sala de reunião para fazer o atendimento. Outro caso baste comum por aqui, são os escritórios de advocacia que estão no interior, mas precisam de uma representatividade em um bom centro comercial de São Paulo. Nesse caso, nós fazemos o atendimento telefônico e passamos o recado.” Ressalta Fabio Baptista.

Seja para quem trabalha em casa, para quem está começando um novo negócio ou para quem está em outra cidade e precisa de uma representatividade comercial, o escritório virtual passa a ser uma opção vantajosa, principalmente na parte financeira.

Veja também:
Planejamento em tempos de crise
Coworking- X Home Office
Coworking: flexibilidade, baixo investimento, estrutura empresarial!
14 dicas para escolher um coworking

SERVIÇO

Coworking Office
End.: Rua Tenerife, 31 – 4º Andar – Vila Olímpia, SP
Tel.: (55 11) 3044-0710 / 3847-8920
Site: www.coworkingoffices.com.br


Compartilhe com amor para seus amigos!

POST A COMMENT.