Procura online por imóveis para venda e aluguel cresceu em 2018

Compartilhe com seus amigos com amor!
  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    6
    Shares

Imóveis foi um dos segmentos que teve aumento nas vendas  online. Isso representou uma retomada do mercado imobiliário.

A OLX, empresa global de comércio eletrônico, registrou aumento de 10% no número de usuários que acessaram diariamente a categoria de  Imóveis, em comparação com 2017.

Esses dados fazem parte da análise realizada pela empresa. Esse estudo trouxe ainda  seguinte cenário: a procura por imóveis para aluguel e para venda aumentou 29% e 19% de 2017 para 2018, respectivamente.

Os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo continuam sendo protagonistas no mercado imobiliário nacional. Os dois registraram crescimento em buscas por imóveis por meio da OLX, na comparação entre 2017 e 2018 – alta de 22%, em São Paulo, e 19%, no Rio de Janeiro.

Outro dado do estudo mostra uma busca relevante por aluguel de quartos. O segmento cresceu 36% em 2018 em relação ao ano anterior.

A quantidade de anúncios na categoria também cresceu durante o último ano: em dezembro de 2018, a OLX teve 53% mais ofertas de imóveis do que em janeiro do mesmo ano. Nesses anúncios, os contatos feitos por usuários interessados foi 20% maior em 2018 que em 2017.

“De forma geral, o mercado reverteu uma tendência de queda nos números de lançamentos e vendas de 2016 e 2017. Apesar da forte representatividade de imóveis com valores mais baixos, os empreendimentos de médio e alto padrão voltaram a ser lançados, atendendo a uma demanda reprimida pela diminuição dos estoques de produtos”, analisa o diretor de Imóveis da OLX Brasil, Marcelo Dadian.

Imóveis

Dados de dezembro, da Abrainc, Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, e da Fipe, Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, mostraram crescimento de:

30% em unidades lançadas;
5% em vendas de imóveis novos;
74% no volume de lançamentos residenciais de médio e alto padrão em 2018, na comparação com o ano anterior.

E, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), as concessões de financiamento com recursos das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo tiveram alta de 55% no último ano.

“Para 2019, todas as previsões de vendas são otimistas, baseadas no estímulo da economia, na manutenção do programa Minha Casa Minha Vida, no aumento da concessão de crédito pelos bancos financiadores e na lei do distrato, que foi sancionada em dezembro. O mercado secundário de vendas e locação deve acompanhar esta tendência reduzindo os estoques disponíveis”, finaliza o executivo.


Compartilhe com seus amigos com amor!
  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    6
    Shares

POST A COMMENT.